Destaques

Estação da Luz

Antes da Reforma

Principal prova da importância e do desenvolvimento que o plantio de café trouxe, não só à cidade de São Paulo, mas a todo estado, a Estação da Luz hoje não apresenta uma fração do glamour que a marcou no início do século. A construção ficou a cargo da São Paulo Railway Company, que pretendia aumentar a malha ferroviária para escoar o café da região de Jundiaí para o porto de Santos.

Aberta ao público em 1º de março de 1901, a Estação ocupa uma área de 7.500 metros quadrados do Jardim da Luz, onde se encontram as estruturas trazidas da Inglaterra que copiam o Big Ben e a abadia de Westminter. Não houve inaguração, já que o tráfego foi sendo deslocado aos poucos.

Não demorou muito para a que o novo marco da cidade fosse considerado como sala de visita de São Paulo. Todas as personalidades ilustres que tinham a capital como destino eram obrigadas a desembarcar lá. Empresáros, intelectuais, políticos, diplomatas e reis foram recepcionados em seu saguão e por lá passavam ao se despedir. O lugar também era freqüentado pela gente importante de São Paulo, onde podia-se comer no restaurante Vagliengo, cuja comida era muito apreciada.


A importância da São Paulo Railway Station, como era oficialmente conhecida, durou até o fim da Segunda Guerra Mundial. Após este período, o transporte ferroviário foi sendo substituído por aviões, ônibus e carros, muito mais rápidos que os trens. Para piorar a as coisas, o prédio da Luz foi destruído por um incêndio em 1946, dois dias antes de ser encampado pela Rede Ferroviária Federal. A reinauguração aconteceu em 1950 e a estrutura do hall estava bastante modificada.

A decadência no ciclo ferroviário fez com que inúmeros ramais fossem desativadas. No lugar, a Estação passou a receber trens suburbanos. O Vagliengo deixou de ser restaurante em 1973 para virar lanchonete e, dez anos depois, foi fechado por conta das reclamações dos passageiros e funcionários da Rede Ferroviária. Mendigos e prostitutas agora eram os freqüentadores do local. Em 1996, a Estação da Luz passou a ser patrimônio nacional. Para preservar um pouco este patrimônio, a prefeitura removeu as prostitutas e os mendigos no ano passado.

São Paulo Antigamente | Fundação da Cidade de São Paulo | História de São Paulo | José de Anchieta | Manoel da Nóbrega | Tamanduateí Anhangabaú Largo São Francisco | Paissandú Largo | Praça da Sé |Praça da República | Praça Ramos de Azevedo | Praça Patriarca

AddThis Social Bookmark Button