"Narração de Histórias com Elaine"

Histrias-incriveis

ELAINE GOMES

Histórias Incríveis

O Caso do Espelho

O Homem do Bom Dia

Fátima a Fiandeira

-------------------------------------

DVD HISTÓRIAS INCRÍVEIS Narração: Elaine Gomes

Edição Carolina Velasquez Maquiagem: Tati Felix.

Apoio: SampaArt

Para adquirir: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

-------------------------------------

AMORES

Lá dentro da alma segue grande a vontade de amar. É engraçado porque o mundo externo, insiste em tentar entender o que se passa no coração e nas vontades mais íntimas das pessoas. São tantos rótulos, tantas promessas de um mundo perfeito, que de fato não existe. O que há de verdadeiro é o desejo de ser a gente, mesmo estando com outra pessoa. E de ser a gente na aparência, na energia, nos trabalhos, nos acertos e nos erros. Não ficar paralisado perante o medo das horríveis questões: será que era isso, o que outro queria? Será que estou bem? O outro, as situações, os lugares, estarão muito bem se nós estivermos bem com a gente. Amor é uma questão de energia, e não do que as pessoas querem ou acham que é melhor, aos olhos de quem? Por quê? O amor não tem hora, idade, jeito certo, ele simplesmente acontece, e nos prega muitas peças. Faz a gente ficar olhando, para a Lua por horas, cantar no meio da rua, achar que todas as cores estão sendo misturadas em lindas aquarelas, apenas nos apresenta a vida. Tudo fica fácil, natural. Assim é o amor, natural. E não adianta pressionar, ás vezes um amou o outro não, em outras vezes durou pouco para um, mas o suficiente para o outro. A alma se abre em luz e não em lágrimas, quando se está amando! Não tem um tempo, uma hora, é exatamente como escreveu o poeta: " que seja infinito enquanto dure"!

-------------------------------------------------


Páginas

Um grande amigo me contou essa história incrível, e é tão incrível, porque ela é real, e ao mesmo tempo poderia fazer parte daqueles livros, dos filmes, que deixam impactados, pela beleza, dentro de uma tragédia. Vimos em todos os meios de comunicação o desastre com os prédios no Rio de Janeiro. E não é que no térreo do prédio tinha uma livraria, o trabalho de 15 anos de um homem, que quando voltou para ver o que tinha sobrado se deparou com o pó, apenas pó! Ele olhou para aquilo, tudo e disse, que da vida não levamos nada, apenas aquilo que vivemos. E dois dias depois, ele pegou todos os livros que tinha em casa, abriu o porta-malas do seu carro, e no mesmo lugar da livraria, começou a vender os livros. Falou com os jornaleiros próximos, e como uma grande rede, todos estavam divulgando que a livraria continuava ali, com ele, com a força de um homem, que diante da perda de 15 anos, aprendeu que o maior bem, é que cultivamos dentro de nós. E essa atitude, faz com que tantas pessoas queiram também entregar os seus livros, e construir uma nova livraria. A beleza que vejo, é a coragem, é ficar do nosso lado, é no pior dar o seu melhor, para continuar vivendo, privilegiando o milagre da existência!

----------------------------------

QUINTAL DA CULTURA - TV CULTURA

Como uma grande colcha de retalhos, uma história vai se emendando a outra,

um encontro ao outro, e aquelas coisas boas que corre de boca em boca, finalmente

chega até nós! Foi assim, como uma costura que cheguei ao programa QUINTAL DA

CULTURA, programa dedicado ao quintal, quintal que tem alegria, brincadeiras,

dicas, orientações, crianças e muitas histórias! Conhecer o elenco, a produção, direção,

para mim foi um grande aprendizado, e também a realização de um sonho: conhecer

a TV Cultura, que eu admiro muito! E como muitos já pensei, já desejei muito trabalhar

na TV Cultura, sempre penso no Metrópolis, no Vitrine, Entre Linhas, programas de

arte, de cinema, culturais. E foi tudo muito bom, porque a equipe foi muito acolhedora,

todos se divertem com seriedade, e realizam o trabalho com sabor, como diria o Rubem

Alves, é preciso ter sabor para saber!!!

Eu cá vou alimentando o poder das oportunidades, aproveitando, como a Fátima, a fiandeira,

e guardando na minha bagagem invísivel, mas sempre presente!!!

E dizendo para todos que me assistiram, que tudo lá é de verdade, principalmente os sonhos!!!

O meu sonho, aumentou, além de conhecer, quem sabe a visita se torna um lar!??? E se for possível???

Beijos.

----------------------------------

História de uma História

Certa vez, em um fim de tarde quando estava olhando pela janela, contemplando o mar e o céu rosado de fim de tarde, um forte vento se abateu... Tive medo!

O vento, com o seu forte movimento fazia com que as árvores lá fora balançassem pode demais, chegando a soltar várias folhinhas pelo ar!

As crianças que brincavam no campinho adoraram! As pipas ganhavam forças e subiam como nunca! Chego a acreditar que beiravam as nuvens lá no alto! E os fios do poste balançavam tanto, que os pássaros quase chegaram a brincar de pular corda!

Contemplando o movimento de uma pipa amarela no ar, qual um passarinho a voar! De repente, fui obrigado a voltar ao real... As mulheres da vila saíram correndo e gritando: - Olha a roupa no varal... Olha a roupa no varal! Com este vento, a areia vai se agarrar nelas! Observei que as outras ficaram com o olhar perdido, pensando em seus maridos pescadores... Será que voltam?

Com isso, me recordo de quando meus pais estavam em alto mar! Numa tarde escura, um forte vento abateu o barco e juntos os dois voaram, mais alto do que posso chegar!

Meu pensamento se vai com o movimento do forte vento, quase que também posso voar! Livre, sem direção... As folhas dos meus livros me acompanham, como que dançando! Mergulho dentro de uma das páginas e nesta viagem começo a dançar com as nuvens!

Tantas sensações, tantos movimentos, tantos sentimentos!

É A ALEGRIA DO AR,

É SENTINDO O VENTO

QUE EU GOSTO DE ANDAR...

Edmilson Avila, é professor de artes e contador de histórias! Autor do projeto LEVANDO HISTÓRIAS, me pediu a história do meu livro, o que eu chamo de uma quase poesia, e criou a sua própria história. Achei tão bonito, e ao mesmo tempo me promove tantas reflexões: ainda estou percebendo o valor da escrita, um livro, os caminhos que esse feito vai seguindo, vai tomando... Criando outras histórias dentro da história, envolvendo tantas idades, tantas vontades! Que bom Edmilson, que excelência de vida, pelos livros, pelas artes,

pelo cotidiano que se entrega a poesia!

Obrigada e até breve!

--------------------------------------------

A Arte de Contar Histórias

A cada dia temos o surgimento de mais Contadores de Histórias. Dia 17/01/2012, assisti a contadora de histórias MARINA BASTOS. Uma moça encantadora, que me disse sorrindo com os olhos, que começou a contar histórias, a partir de um encontro comigo, uma oficina pela empresa www.animarte.com.br do ator Aluan Romero. Fiquei pensando, quantos anos, e a memória, os nossos feitos permanecem, talvez infinitamente! A arte de contar histórias corre mundo, pelos tempos e vai conquistando o coração e a imaginação de tantas idades. Foi assim, hoje na Livraria Cultura do Bourbon Shopping – SP, uma tarde de tempestade em São Paulo, e aquelas crianças, com os pais reunidos no meio dos livros, entre as prateleiras, ouvindo histórias. Foi tanta alegria, que quando a história chegou ao fim, apenas uma garoa caía do céu, como uma benção!

Para saber mais:

www.marinabastos.com.br

------------------------------------------

galinha

Galinda é uma galinha muito especial. Durona, possui um coração repleto de boas intenções. Ao perder a memória, ela só se lembra de seus quatro filhos, que estão desaparecidos. E, ao sair em busca de todos, acaba por encontrar novos filhos.

O texto trabalha a questão da adoção de maneira lúdica e pedagógica, tornando-se muito útil para o desenvolvimento da criança e para o trabalho educativo de pais e professores.

A autora do livro é a jornalista e contadora de histórias VANESSA MERIQUI. Vanessa é daquelas mulheres, que não esmorecem diante da adversidade, se emociona, mas continua sempre presente na vida, e agora proporcionando por meio da escrita, da literatura infantil, a preciosidade da realização. Vanessa multiplica, espalha com brilho no olho e por meio das histórias, felicidade e vontade de trilhar e construir belíssimos caminhos. E como a personagem do seu livro, está sempre acolhendo com muita alegria: crianças, idosos, adultos...

Vanessa é uma grande parceira das narrações de histórias e do meu programa QUE HISTÓRIA É ESSA? E no lançamento do seu livro, eu fui convidada por ela, para estar lá, contando mais histórias! E se você estiver em São Paulo, apareça!!!

Até breve!

Elaine.

------------------------------------

Que história é essa?

Uma poesia, quase brincadeira que virou um livro, com algumas páginas cheias de emoção. E quando publicamos algo tão pessoal, não temos a ideia qual direção irá tomar. Uma das histórias que fiquei sabendo foi da menininha Nayara. Sua avó lhe deu o livro, a menina ficou tão feliz, segurando o livro, andando para todos os lados! Nayara tem quatro anos, ainda não aprendeu a ler, mas cheia de iniciativas, pediu para a sua irmã ler cada página para ela, e pelas imagens, ela foi associando as palavras, até que as decorou. Mas é daquele decorar, aquele de coração, e saiu pela casa fazendo de conta que estava lendo o livro. E não é que ela faz tão perfeitamente, que o livro, as palavras saem da boca daquela menina, feito leitura. E eu fiquei sabendo dessa história, pela avó da menina, que de tão orgulhosa da neta, sorri com os olhos, ao pronunciar: Nayara!

----------------------------------------


Que História é Essa?

Programa infantil criado para apresentar as Narrações de Histórias. Sempre com a narrativa da apresentadora Elaine Gomes,

transmitido todos os sábados ao vivo das 10h ás 11h pela All TV.

------------------------------------------

Introdução à História da Arte

Arte Rupestre e Primitiva    Arte Egípcia    Arte Grega 

Arte Romana   Arte Bizantina e Arte Gótica   Renascimento  

Barroco     Neoclassicismo     Romantismo  

 Realismo    Pontilhismo    Simbolismo

Impressionismo    Expressionismo     Dadaismo 

Cubismo    Fauvismo   Surrealismo    PopArt

------------------------------------------

Semana da Arte Moderna 1922

Grupo Santa Helena

MASP Museu de Arte Moderna São Paulo

MAM Museu de Arte Moderna

Pinacoteca do Estado



AddThis Social Bookmark Button

Destaques